quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Sobre Luiz Ruffato









Definição do escritor Luiz Ruffato a partir da leitura do ensaio Diligências num caleidoscópio, de Samanta Simões Braga.


"A linguagem parece ser o meio e o fim da narrativa de Luiz Ruffato, já que o realismo exacerbado de seu texto destaca-se mais pela forma do que pelo conteúdo que nos é apresentado. O autor constrói sua narrativa a partir de fragmentos da vida urbana, os quais, vistos em profundidade, separadamente, e depois em conjunto, viabiliza a compreensão do todo. " [Simei]


"Luiz Ruffato é comparado a um bricoleur, termo emprestado pela crítica ao “escritor que constrói seu texto a partir de fragmentos”. Sua literatura – apresentada no recorte do romance eles eram muito cavalos - caracteriza-se pelo registro não aleatório de imagens (cidade de SP), escolhidas por um olhar não detalhista, mas observador. Dessa forma, o autor consegue reorganizar conceitos da vida moderna reconstruindo seus significados. [Inês Viturino Barbosa]




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea

Estudando os contistas pós-utopicos ou as novas formas
da Literatura Brasileira.

Seguidores